Nesta data relembramos o compromisso global da Organização Mundial de Saúde (OMS) para reduzir a cegueira e deficiência evitável em 25% até 2019.

Apesar dos 2 milhões de consultas de Optometria e dos 1.563 Licenciados de Optometria já formados em Portugal, segundo a Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira (IAPB), Portugal é um dos 3 países europeus onde o acesso à profissão de Optometrista não está regulamentado e onde os Optometristas ainda não estão integrados no Serviço Nacional de Saúde.

De acordo com dados do IAPB, existem cerca de 285 milhões de pessoas com deficiência visual, sendo que, 90% das quais, vive em países em desenvolvimento e quatro em cada cinco destes casos seriam evitáveis se tivessem acesso atempado a uma consulta com um optometrista e respetivos cuidados médicos.

Face à falta de regulamentação da profissão em Portugal, atualmente, existem centenas de casos em que o indivíduo que presta cuidados optométricos não tem habilitação para o fazer. Nas palavras de Raúl Alberto de Sousa, Presidente da APLO “Isto representa perigo para a saúde pública, permitindo que qualquer pessoa se intitule e execute atos optométricos como a prescrição de lentes oftálmicas e diagnóstico de problemas visuais. Esta situação mantém-se apesar do conhecimento dos Governos, Assembleia da República e Ministérios da Saúde desde há 30 anos até à data, prolongando até hoje, o incumprimento das duas resoluções da Assembleia da República que recomendam ao Governo a regulamentação da profissão de Optometrista, de 2012 e 2013.”

Em 2014 todos os estados-membros da Organização Mundial de Saúde (OMS) assinaram um compromisso global, intitulado “Saúde de Visão Universal”, com o objetivo de reduzir em 25% a cegueira e deficiência evitável até 2019. Este compromisso implicava a implementação de planos nacionais para a saúde da visão, com medidas como a inclusão de cuidados de visão no Sistema Nacional de Saúde, a formação de mais profissionais qualificados como oftalmologistas, enfermeiras e optometristas e a garantia de que todas as camadas da população conseguem ter acesso a consultas de optometria [especialidade dos cuidados primários da saúde visual].

“A manutenção do incumprimento deste compromisso lesa gravemente a saúde da visão dos portugueses e resulta nas trágicas e enormes listas de espera para consulta hospitalar em serviço de Oftalmologia.” explica o Presidente da Associação de Profissionais Licenciados de Optometria.

Neste dia relembramos a importância do acesso atempado a cuidados primários de saúde visual, como principal ferramenta para a redução da deficiência e cegueira evitável em Portugal.
Dia Mundial da Optometria
Dia Mundial da Optometria
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s